Sabedoria Ramatis

Sabedoria Ramatis

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

PROCESSO EVOLUTIVO


PERGUNTA: - Os teosofistas dizem que os arcanjos são entidades oriundas de uma linhagem à parte e jamais viveram na face da matéria, e cuja evolução ainda segue diretrizes diferentes dos homens. Isto é exato? 6

6 - Vide a obra "Fraternidade dos Anjos e dos Homens", de George Hogdson, que defende essa tese. Obra editada pela Livraria Editora O Pensamento.

RAMATÍS: - Seria equivalente a existirem dois sistemas diferentes no plano da Criação e da manifestação do Espírito em peregrinação, para adquirir sua consciência
individual. A observação e a lógica demonstram a existência de um único Sistema criativo os espíritos individualizados no seio de Deus. 
A centelha espiritual surge simples e ignorante em todas as latitudes do Cosmo e, lentamente, através de incontáveis passagens e vivências ela irá evoluindo gradativamente, até onde a nossa mente humana é incapaz de vislumbrar ainda nos primeiros degraus de sua individualização.
O esquema evolutivo determinado por Deus é um só: a sensação do animal, a emoção do homem, a sabedoria e o amor do anjo e a criação plena do arcanjo. São condições inerentes a todos os espíritos, porquanto Deus não modifica o processo de sua criação fora do tempo e do espaço. Não existem duas espécies de processos evolutivos, em que uma parte dos espíritos progride exclusivamente no "mundo interno" e a outra inicia-se pelo "mundo externo". A matéria, conforme prova a ciência moderna, é apenas "energia condensada"; em conseqüência, não há mérito para o ser evoluir apenas no seio da "energia livre" ou qualquer demérito em submeter-se aos grilhões da "energia condensada".

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Considerações sobre os pedidos de receitas apócrifas



PERGUNTA: - Há possibilidade de o médium criterioso e assistido por bons espíritos receitar para alguém já falecido, cuja consulta foi feita com intenção de confundir e desacreditar o intercâmbio mediúnico?
RAMATÍS: -
Isso é possível e até freqüente, pois há muitos médiuns intuitivos que confundem o seu próprio pensamento como sendo intuição dada pelos seus guias; e assim é fácil incorrerem nesse equívoco. Aliás, grande parte dos médiuns receitistas intuitivos são anímicos, resultando que as suas prescrições terapêuticas não podem resguardar-se de incorrer em semelhante falha.
Em tais condições, achamos que as receitas mediúnicas solicitadas através de médiuns intuitivos deveriam ser aceitas somente até à véspera dos trabalhos de receituário, a fim de
que os espíritos responsáveis pelos mesmos disponham de tempo suficiente para examinar os enfermos, indicar a medicação adequada e identificar qualquer pedido apócrifo, referente a pessoas já falecidas.
Não é possível êxito absoluto num receituário mediúnico desarticulado, conduzido às pressas, conforme é comum na maioria dos centros espíritas, devido a inexperiência, ignorância e indisciplina nos trabalhos. E também seria conveniente limitar-se a quantidade de receitas para cada sessão, evitando-se receituário excessivo, pois exige do médium um dispêndio de energias que resulta em fraca sintonia com o guia assistente. E os casos mais graves ou de urgência deveriam ser atendidos à parte, longe do público, em ambiente mais calmo, a fim de possibilitar ao médium poder captar, com mais fidelidade, as intuições quanto à medicação para cada enfermo.

domingo, 8 de janeiro de 2017

RECURSOS DE "ÚLTIMA HORA"

PERGUNTA: - Quais são os recursos mais eficientes que os espíritos "guias" adotam para desviar os seus protegidos dos vícios, das paixões e dos prejuízos espirituais?

RAMATÍS: - Os guias, às vezes, também se servem dos próprios espíritos inferiores, permitindo que eles perturbem seus pupilos encarnados, no sentido de afastá-los, com urgência, de caprichos ou atividades prejudiciais à sua integridade espiritual. Em tais casos, eles agem com severidade, sem o sentimentalismo comum dos pais terrenos ante os filhos indisciplinados, entregues a hábitos que lhes são bastante nocivos. São recursos drásticos, mas sensatos e prudentes, com o intuito salutar de impedir os seus protegidos de participarem da aventura pecaminosa, transações desonestas ou paixões perniciosas. Então os mentores espirituais recorrem aos fluidos agressivos e por vezes enfermiços, dos espíritos sofredores ou primários, a fim de reter no leito de sofrimento as criaturas imprudentes, que não lhes ouvem as intuições benfeitoras. E quando se faz necessário providenciam até o acidente corretivo como recurso de urgência para interromper as atividades nocivas e evitar que os seus tutelados vão adiante em quaisquer objetivos nocivos a terceiros e a si próprios. Embora essas providências drásticas dos guias vos pareçam um tanto violentas e impiedosas, o seu objetivo ou finalidade é obrigar as criaturas imprudentes a afastarem-se dos meandros do mal, evitando-lhes maiores prejuízos ao espírito já comprometido no passado.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

A INFLUÊNCIA DO SIGNO DE PISCES SOBRE JESUS.



PERGUNTA: — Finalmente, qual foi a natureza característica da influência do signo de Pisces sobre Jesus, sua obra e seus apóstolos?

RAMATíS: — Como um signo dura 2.160 anos e o advento de Jesus se fez há 2.000 anos, isto é, depois de ter-se iniciado o signo de Pisces, então a humanidade do Terceiro Milênio há de viver sob a influência de outro signo, o próximo, que é Aquário. Sob este signo os homens tendem a desenvolver a mente e a consolidar, em definitivo, as qualidades despertas e cultivadas sob o signo de Pisces. A linguagem poética da Astrologia assim se refere sobre os homens nascidos sob o signo de Pisces: "São profundamente emotivos, irradiando simpatia, mesmo quando rudes ou fracos; inquietos, interessam-se pela sua vida psíquica; são receptivos às mensagens elevadas, hospitaleiros e desinteressados; são românticos, sonhadores e conhecidos por médiuns; sofrem e se amarguram quando ofendem ou prejudicam alguém; podem falhar na primeira investida ao ideal superior, mas corrigem sua indecisão, e às vezes o fazem com o sacrifício da própria vida". Embora considerando-se que tais qualidades já devem existir enraizadas nos indivíduos, mesmo antes da influência de um signo astrológico, como Pisces, o certo é que tanto os Essênios, como os cristãos, ajustam-se perfeitamente a essa definição. O signo de Pisces ou de Peixes, deixou sua marca inconfundível nos empreendimentos de Jesus. O próprio Mestre ficou conhecido como o "Pescador de Almas" e os seus primeiros discípulos foram pescadores; a senha que usavam entre si era a figura de dois peixes entrelaçados; a própria Igreja ainda conserva nas mitras dos seus bispos a forma exata de uma cabeça de peixe; e na Quaresma proíbe a carne, mas não o peixe!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...